Monday

Maravilhoso Testemunho - acabadinho de chegar!

A menina e a jangada

 
Era uma vez uma menina que passeava num bosque, até que a certa altura deparou se com um rio  que lhe impedia a passagem  para a outra margem.

Durante alguns momentos tentou perceber o caudal, a velocidade da água a possibilidade de o atravessar, assustava-a apenas e só porque sabia manter se a superfície mas não nadar...

Resolveu então  tentar a travessia após munir se de um pedaço de madeira que flutuava, e lá foi....mas a meio do percurso o medo era de tal forma que sentiu mais conforto em regressar e  estudar outras alternativas ou pelo menos ganhar mais força ...já conhecia metade do caminho.... e esta tentativa repetiu se mais umas quantas vezes.... até que decidiu espreitar para ver se encontrava alguém que a pudesse orientar e ajudar nessa travessia...numa das curvas do rio encontrou uma  senhora  que estava munida de vários apetrechos e um fato que lhe possibilitavam a travessia de forma mais segura, era uma pessoa simples, leve ,acolhedora ...acrescentar que neste lado do rio existiam algumas rochas que garantiam que poderíamos descansar  e  usufruir  a possibilidade de estar no rio sem correr riscos, mas depois tínhamos de novamente entrar na água a seguir até a outra margem.... A senhora prontificou se a prestar a  ajuda pedida mas antes colocou a menina uma serie de questões que  a menina teve de responder e ao responder percebeu que  tinha medo porque acreditava que não merecia, atravessar o rio!

Após alguns dias de alguma tristeza pelas descobertas... a menina começou a ouvir uma música dentro dela “ eu mereço tudo”, e esta canção era de tal forma reveladora e forte que iniciou a construção de uma jangada pois acreditava que seria a sua travessia mais segura.

 A senhora que para além de ”perguntadeira” sabia do assunto, foi pelas suas perguntas levando a menina as suas criações até que a menina lá  colocou a sua jangada na água e iniciou a sua travessia deixando a senhora na margem com saudade e uma grande abraço!

Será que a menina chega a outra margem?  Agora será ela a decidir a que margem vai chegar!

A jangada está construída!

 
A minha gratidão à Madalena por me ter perguntado ....e criado em mim a urgência de agir, dentro de um quadro que é o meu desejo, expresso numa frase!*

Maria Teresa Mota, 49 anos, professora de Yoga

 
(*Minha nota: esta frase é a frase do OBJECTIVO. Todos os clientes de coaching aprendem a compor uma frase onde descrevem o seu desejo do que querem atingir, de quem querem ser...
Madalena Muñoz)