Sunday

O poder do tamanho pequeno

Sabem aquela ideia de que somente fazendo algo muito grande, por exemplo fundar uma escola em África, é que sentiremos plena realização?
Pois é. Cada um de nós terá ou terá tido a sua versão grandiosa de contribuição. E quantos de nós consegue na prática concretizar essa grande ideia? 🌟 E como nos sentimos de cada vez que pensamos no orfanato na Índia, no canil para os animais abandonados, e no lar especial com que sempre sonhámos em criar?
Não estou com isto a dizer que é mau sonhar com contribuições grandiosas! Nada disso. Sou a primeira a dizer que sim, já pensei assim centenas de vezes.
CONTUDO...
ATÉ PARECE que as contribuições aparentemente pequeninas são "menores" do que as grandes!
Menos nobres.
Menos importantes
Menos impactantes.
ATÉ PARECE que o querer "somente" umzinho cliente de coaching, ou ajudar umzinho cão, ou umazinha criança independentemente da geografia, raça, grau de parentesco ou condição socio-financeira, OU querer simplesmente desejar boas ondas e energias para amigos distantes OU sorrir a um sem abrigo mesmo sem lhe dar uma moeda é coisa pouca:
pouco ambiciosa,
pouco valiosa,
pouca de insuficiente e de não chegar para fazer a diferença no mundo!
ATÉ PARECE que só a obra que é grande, vistosa, é uma grande obra!
Que o massivo é que é um grande legado!
Que a contribuição com uma sede e website e paredes (uma Fundação, uma Escola, uma Instituição IPSS, uma rede de, uma Empresa, uma ONG...) é que É!!
JÁ NÃO partilho desta forma de ver a minha contribuição plenamente realizada!
Há, no mundo do desenvolvimento pessoal, e do Coaching em particular, uma cultura do MAIS, que, na minha experiência, pode ser detrimental para entusiasmadas obras, inspiradas contribuições e originais legados, das pessoas que sonham em ponto "não-grande".
Há tanta pressão para com o MAIS e MAIOR! Pode causar empancanço (ficar no mesmo sítio), falta de foco, ansiedade. e sentimentos de culpa e baixa auto estima! 
Acredito que acolher e aceitar e celebrar o nosso objectivo grandioso - do tamanho UM -, será uma maravilhosa contribuição para a nossa vida!

Não são os actos grandiosos que contam mas os pequenos, feitos com GRANDE AMOR. E quem o disso foi a Madre Teresa. 

Saturday

Unfucking!

MEGA BÓNUS - SORTEIO DE 1 PROGRAMA DE COACHING!
Viva a liberdade.
Texto retirado da Umazinha, o meu grupo de facebook só para mulheres espectaculares. 😉
------------------

2 de Janeiro de 2016

💣💣Segue-se linguagem forte. Tapem os ouvidos às criancinhas...

Não estou a culpar ninguém. É o que é. Nasci e cresci como todas as pessoas: num qualquer ambiente numa qualquer família e numa qualquer sociedade...

Vejo "hoje" que esse ambiente era e pode ainda ser tóxico, poluente, doente, i.e., bastante fucked up (tradução literal: fodido).

Daí a minha - e a de tanta gente - curiosidade pelo desenvolvimento pessoal, através de livros, do programa da Oprah, de cursos e workshops, Coaching, enfim, todos os ambientes positivos que ajudam no processo de unfucking ourselves. Até que se tornou uma escolha profissional. Fluiu assim. Nunca imaginei.

O processo de unfucking agora continua mas de forma mais focada e intensa. Pois como em todo o saber: quanto mais aprendemos, mais vemos o quanto há por saber!! É vertiginosamente delicioso.

E ao fazer o processo de unfucking de clientes e convidados, o meu próprio acelera também. E por isso, obrigada a cada pessoa que recebe o meu apoio: são meus professores de vida - todos!

Há clientes minhas que por vezes soltam um "FUCK!!!! TANTA MERDA PARA ASSIMILAR!!!!"
Não necessariamente com esta leveza... :)

Pois é, este é um processo por vezes demorado demais para a expectativa.

Mas escolhamos olhar para nós como uma OBRA DE ARTE que porventura está INACABADA no sentido de estarmos a reaprender coisas, "a restabelecer a ligação com o nosso Ser essencial": e que está constantemente a ser retocada. 🌟

Desejo a todas processos de unfucking extraordinários - mas lembrem-se que temos o resto das nossas vidas para todos os dias dizermos que a vida é fucking great too! Não há dia sem noite!

Abraços fortes a todas e peço desculpa de firo susceptibilidades linguísticas. 🙏
Não é costume usar palavrões. Mas sabe bem por vezes!

Adoro-as,

Madalena
www.madalenamunoz.com
coaching@madalenamunoz.com

PS.-
F*CKING BÓNUS: até ao dia 8 de Janeiro 2016: quem quiser UMA sessão de unfucking de life coaching, vem como meu convidado: é OFERTA da casa! Basta enviar um e-mail até dia 8/01 para agendarmos: coaching@madalenamunoz.com.

MEGA LOVE BÓNUS: Vou ainda sortear entre os candidatos à sessão de oferta, 1 programa de Coaching de 3 meses, totalmente gratuito para alguém - um valor de 2.000€! Who will be the fucking lucky person a receber este MEGA LOVE BÓNUS? 😎 💝✨💝🔝

Friday

Uma coach ACORDA a SABEDORIA que cada uma de nós tem! O coaching não é uma necessidade. É uma questão de exponencialidade e milagres!

Uma coach ACORDA a SABEDORIA que cada uma de nós tem! O coaching não é uma necessidade. É uma questão de exponencialidade e milagres!

Ok, para uma espreitadela do que tem sido possível para mim neste mundo do coaching... E quando conto estas coisas, não quer dizer que nada disto pudesse acontecer sem coaching! Claro que muita coisa boa acontece SEMPRE: todas temos uma vida e um futuro, por defeito. Duh! E podem ser ambos muito bons!

A diferença é que não sabemos aquilo que poderia ser possível para nós quando alguém nos acompanha numa jornada de, por exemplo, 6 meses, alguém empenhado na nossa vida a 100%, alguém empenhado em não nos permitir viver sob ideias fixas, ideias erradas, ideias feias, ideias pequenininhas, - todas elas que nem nos apercebíamos que tínhamos - sobre nós, sobre os outros, e sobre a vida. E portanto, há um GAP enorme entre a nossa vida e futuro por defeito, e a nossa vida hoje e de futuro com um coach.


Um exemplo, financeiro (só porque me ocorreu isto neste momento).
Um mestre de desenvolvimento pessoal americano, conhecido, diz que a grande maioria das pessoas não é milionária simplesmente porque nunca concebeu essa ideia ser possível para si - e por isso nunca pediu isso. (Pedir = almejar e desejar por isso, como quem pede uma bicicleta no Natal). Ser milionária está absolutamente fora da sua esfera de pensamentos como uma real possibilidade, logo, nem sequer a considera. Isto é BRUTAL. Pois se nem sequer nos passa pela cabeça que algo seja possível, não vamos nem dar aquele primeiro passo que se chama "sonhar acordados com isso...", a que alguns autores chamam "activar a intenção", ou o poder da intenção, ou activar a lei da atração. Tudo igual e tudo a nossa verdade.


De volta aos meus exemplos... 


Eu fui nutricionista durante 13 anos, e mudei para coach porque ACREDITO que não HÁ NADA como esta actividade ÚNICA para ajudar as pessoas a alcançarem a vida que querem - paz em casa, reacender o amor com o marido, serenidade com os filhos, confiança para pedir um aumento, coragem para mudar de carreira, assertividade para negociar muito melhor e mais justamente, entendimento do que é esta coisa da fome emocional e forma de encontrar a paz consigo mesma (e com a comida, por tabela), encontrar energia para fazer voar um projecto que parecia estar em queda livre, encontrarmos a nossa essência antes de nos perdermos, lidarmos com um adicto na família, tornarmo-nos mais amorosas e com mais auto estima, enfim - as áreas de mudança são infinitas!

Eu própria invisto em coaching, seriamente, e por causa disso (só para terem uma ideia), estas são algumas das minhas mudanças no sentido da EXPANSÃO:


1) hoje em dia peço pelos meus serviços 4x mais do que há um ano. E a ideia é manter esta progressão, como uma forma de expansão minha, na área de vida financeira.


2) vai para 6 anos que estou na melhor relação romântica de sempre, depois de algumas outras relações (e um casamento) que terminaram sempre antes dos 6 anos de existência - e com um desgaste associado em 50% do tempo, que só eu sei! E esta relação actual está a amadurecer em vez de estar a murchar, o que é uma novidade nas minhas referências amorosas. Estou muito feliz nesta relação 85% por tempo. Uma absoluta novidade. Isto também faz parte da expansão da minha vida, na área sentimental-romântica.


3) Mudei de carreira quando tinha um bom nome na praça na área da nutrição, mas que dado que não estava mais preenchida, marimbei-me nisso e segui o meu coração. Esta mudança fez parte da expansão na minha área profissional mas acima de tudo na área de Propósito de Vida! (levei uma grandessíssima trancada na parte financeira e emocional, da qual estou lentamente a recuperar - pois não só tenho investido muito mais em coaching do que tenho ganho eu mesma, como emocionalmente fiquei muitos dias muito assustada e perdida, pois aconteceu ter imensos dias "sem nada que fazer"- sem clientes nesses dias -, e ver a conta no banco a esvaír-se põe em dúvida as escolhas feitas! Mas preserverei - uma expansão na minha Liderança Pessoal, muito em parte graças ao Coaching que recebo.


4) Terminei uma relação com uma pessoa amiga, muito íntima, e de longa data, para meu próprio espanto! E tem-me feito tão bem ter aberto a mão desta pessoa que me fazia tão mal e eu não dava conta disso de forma consciente (o que é impressionante só de si), pois algo em mim tinha decidido que esta pessoa fazia parte das minhas pessoas mais chegadas e nem via para lá disso!

Falo de mim, não para me gabar. Mas para vos demonstrar exemplos pessoais do que tem sido possível para mim! "Ai é assim tão bom o coaching? Então se tudo é possível, eu quero experienciar isso em primeira mão!!" Não quero falar da boca para fora. Quero SER isso, acima de tudo. E não me sinto na obrigação de dizer às pessoas sobre as minhas transformações! Decido contar alguns dos exemplos, só para entenderem se calhar um bocadinho melhor PORQUE SOU COACH e porque tantas vezes ofereço a oportunidade de mais pessoas o experimentarem!

SEI QUE É ALGO ÚNICO:

Não é psicoterapia

Não é uma amiga

Não é uma conselheira

Não é uma consultora 

MAS a coach pode proporcionar o bem estar que todas estas "pessoas" oferecem. 

***Uma coach ACORDA a SABEDORIA que cada uma de nós tem, mas que de momento não está a aceder e por isso, está a ter resultados AQUÉM do seu MELHOR...***

Congeminamos histórias às quais estamos cegas.
Pensamos há tantos anos assim, que nem sequer vemos a mentira em que andamos a viver.
Ou simplesmente nunca nos propusemos a pedir mais, não nos ocorreu ser possível! :)

Muitos beijinhos a todos


Madalena van Zeller Muñozwww.madalenamunoz.com
coaching@madalenamunoz.com
+351.938287398

Tuesday

Soul Full Fun Experience! 🌟💚🐢

- SOUL FULL FUN! 


Queridas, minhas queridas: 

Talvez isto seja a sua cara. Ou a da sua maior amiga...

Apresento-vos o meu mais recente amor...

SOUL FULL FUN
Natureza, Alegria, Espiritualidade e Desenvolvimento Pessoal em 9 Meses... Lentos e Únicos!! 
- Eu quero viver num mundo onde abrandar e ser-se plenamente alegre é possível e fácil (Ambicioso, eu sei!)

- Entristece-me profundamente ver tantas pessoas com tanta vida por viver, numa correria e crescente insatisfação, desconexão, e pobreza de várias naturezas: espiritual, emocional, mental e material. E ver o impacto que isso tem nos seus relacionamentos com familiares, amigos, etc., e no relacionamento com elas mesmas. 

- Hoje e sempre, desejo que cada pessoa explore novos caminhos para uma vida mais vibrante e com mais sentido, para que se sinta mais alegre, viva, confiante, livre e em paz. Sem pressas. E que a nossa preciosa intuição acompanhe essa exploração.

"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e se não ousarmos fazê-la, teremos ficado para sempre à margem de nós mesmos."
(Fernando Pessoa)

- E por isso, venho desafiá-la para criar comigo um programa maravilhoso, onde integraremos a Natureza, a Diversão, a Espiritualidade e o Desenvolvimento Pessoal – numa versão personalizada de coaching One on One....aaaah lento.... 

O Programa: está totalmente por criar! 😍 Vamos pegar, você e eu, em todos esses sentimentos contraídos e retraídos dentro de si, e lentamente vamos transformá-los em vibrantes e expansivos momentos -- como fim em si mesmos ou como rampa de lançamento para algo maior! 

- Acção: se do que leu imagina algo maravilhoso e mágico, envie-me um email a mostrar o seu interesse! Tudo começa com este passo, seguido duma entrevista de candidatura, e em caso de haver compatibilidade, haverá um encontro (presencial ou por Skype) para mapear os locais onde iremos estar ao longo dos próximos nove meses de programa!

Eu estou apaixonada por esta ideia: gerar uma experiência única durante 9 meses e ver dar à luz algo lindo e maravilhoso que a acompanhará o resto da vida: a sua própria Pessoa autêntica, confiante e alegre - e a contagiar e inspirar os outros à sua volta!

Talvez isto seja a sua cara. Ou a da sua grande amiga...

Só abro 3 vagas para este Soul Full Fun experience. Duas vagas são para uma experiência em Portugal. E só umazinha é no Mundo sem limites geográficos! Quando me escrever, escolha qual a que lhe dá mais alegria só de imaginar!

Email: 


Wooooohoooooooo! Here we go, you and I, baby!! Slowly and surely como a tartaruga! 
Mil beijinhos gratos pela vossa confiança e atenção. 

Madalena Muñoz 
Life Coach on a Mission to Slow Down...AND Hafe Fun!

Friday

Parceiras no Crime

Chamamos-lhe de coaching, mas isso é porque gostamos de rotular. Trata-se da nossa vida. De a aproveitarmos da melhor forma. Trata-se de termos as sensações e as experiências que fazem cada dia, um dia que valha a pena. Trata-se de irmos ajustando o nosso caminho, de irmos arriscando, de irmos acreditando - por exemplo, nas sugestões duma boa pessoa - e decidirmos escolher e escolhermos dizer "sim, vou", ou "não quero". Trata-se de sermos de novo aventureiros, e gozarmos esse thrill, ou essa adrenalina, essa sensação de novidade "o que é que vai ser isto, o que irá acontecer?", de olho arregalado e espectante!. Trata-se de irmos ao encontro daquilo que mais sentido faz para nós. E não daquilo que somos supostos fazer, ser. É muito bom viver!

Se quer experimentar uma sessão de coaching, no sentido de considerar trabalhar comigo (há que dizer as coisas como elas são), convido 7 pessoas espectaculares!

Tenho 2 novas vagas na minha agenda, e quero, com este anúncio, facilitar a nossa vida. Pão pão, queijo queijo. Está aqui dito que tenho vontade de receber novas pessoas especiais, com quem passar os próximos meses numa jornada incrível - com sensações maravilhosas, por vezes aterradoras, por vezes malucas, por vezes em silêncio, por vezes a rir, por vezes a chorar, arriscando tudo, construindo e reconstruíndo, falhando, dançando, dando tudo... comigo sempre ao seu lado.

As 7 pessoas que me contactarem primeiro, terão uma sessão comigo, skype ou presencial. E dessas 7, escolherei as duas candidatas com quem mais me identifico para uma jornada du best. Destas 2 vagas, 1 está disponível a Preço de Amiga. Caso isto ajude.

Quero tornar isto muito fácil, agradável, divertido. Adoro easy breezy........ :D

Envie-me um email, se isto lhe chamou a atenção! :D
Um abraço do tamanho da vossa vontade de fazer e sentir tudo isto!
;)
Madalena
email: coaching@madalenamunoz.com

Tuesday

Creativity awesomeness!

"Your creative muse gives ZERO fucks about your opinions regarding your capabilities or training when you make art. She doesn’t care if you think you are a shitty artist. Or not talented. Or never enough. She doesn’t pay any attention to when you compare yourself to others and fervently believe that you are lacking. She takes none of that nonsense seriously. And neither should you.
She just wants you to create. Over and over and over again. What you create is her department and none of your business. Showing up to your art is all YOU need to do.
All she ever asks of you are these three things: Trust her. Trust yourself. Trust your brush. Nothing else matters. Nothing else NEEDS to matter.
You’ve got this. Now go and create!!!"
(Chris Zydel)

Bolinha lilás!

Tenho uma bolinha de borracha linda, pequenina, cor lilás, que me relembra de algo simplesmente do mais importante que há: "é só um pensamento, Madalena!"
"É só um pensamento, não é a realidade".
Não é real como uma árvore. Como a gravidade.
Se eu estiver distraída a andar, posso esbarrar contra a árvore e partir o nariz. Se eu trepar e me atirar dum tronco, não fico suspensa no ar, nem sou levada para cima... A realidade é o que é.
E o meu pensamento não é a realidade, é uma criação da minha autoria - que se pode tornar realidade, mas no momento em que estou a criar aquele filme, não há nada ainda. CONTUDO, estou a sentir fortes emoções.
Xiça! E como fortes elas são! Emoções de UAU!, emoções de FOJE!, emoções de SIM-SIM-SIM!!, emoções de NUNCA-JAMAIS!, emoções de QUEM-SOU-EU?!, emoções de NINGUÉM-ME-QUER!, emoções de VOU-DESISTIR!, VOU-TENTAR! enfim.......
Tanta emoção que vem dos filmes da nossa criação: OS PENSAMENTOS!!
Se não dermos conta de que "é só um pensamento!", poderemos cair. Cair num estado bastante negro até. Ou podemos "voar", e isto é muito bom. Mas acautelem-se para os pensamentos que geram emoções-que-geram-prisões. OK?
A minha bolinha lilás mantém-me livre de filmes de terror smile emoticon
Abraços a todos,
Madalena heart emoticon

Monday

Desafio 90 Dias Sono Saudável

Um dia, numa consulta de nutrição (quando eu as dava!) disse a uma senhora que "o seu mal é sono", literalmente disse isso, e sugeri que terminássemos a consulta ali. Sugeri que depois de ter o sono em dia, voltasse, para então cuidarmos do seu emagrecimento.

Na semana passada, numa sessão de coaching, disse a uma senhora que ela tinha as ideias todas ao contrário! Ela queria mais horas no dia para poder fazer exercício físico para emagrecer, para se sentir bem. Contudo, quando lhe perguntei o que faria se o dia tivesse +45 minutos, ela respondeu: "ÍA DESCANSAR!!"

Ambas eram MÃES de crianças muito pequenas.

Sobretudo para mulheres que são mães: DURMAM E DESCANSEM mais e melhor para se sentirem BEM JÁ.

E depois (depois!!!!) poderem cuidar bem dos outros (sem ser aos berros, de irritadas e cansadas) e da casa (sem ser em stress e zangadas), e manterem-se sensuais/bonitas para os vossos maridos (sem os ressentir por querem fazer amor ou namorar uma vez de x em x tempo...)
É esse exemplo - DE MÃES "LEVES" e "FELIZES" - que querem ser para os vossos filhotes, certo?

Não é só para mães, é para toda a gente cronicamente cansada:
DESCANSEM, PAUSEM, PAREM, DURMAM - nada mais importante que isto!

-------

Portanto: Sei que não estou sozinha na batalha do "sono de qualidade", e no que sacrificamos, devido a isso, mas falo por mim. No final deste texto, lanço um convite.


Sei que posso sentir-me mais alerta e mais clara de pensamento, e mais enérgica fisicamente, na maioria dos meus dias. E quero isto.

Quero isto porque há muita coisa que já fiz e/ou gostaria de (voltar a) fazer na vida, que depende dessa energia, leveza e clareza. Tão simples quanto isto.

Para mim, isto passa por (entre outros) DORMIR melhor, ter um sono mais repousante e reparador. Passa por dormir mais, às vezes. Mas 95% das vezes, passa por adormecer muito mais cedo.

Parece um diagnóstico simples, e é!, mas não tem sido de todo fácil mudar. Todos os dias digo a mim mesma "esta noite vou para a cama mais cedo", mas até parece que com cada dia que passa, fico mais longe de o conseguir.

Quando adormeço à hora saudável para mim, e durmo bem, sinto-me 10x melhor no acordar e no resto do dia!! É isto que eu quero para a maioria dos meus dias! 10x é obra!! Quero!!!

Vou colocar medidas práticas - diárias - para assegurar isto para mim. Pois já o tenho feito com imenso sucesso para clientes! E ainda não tratei deste tema com o meu coach, porque sou pató (deve ser do cansaço Lol)!

E - aqui é que pode ficar interessante para si - vou criar um grupo no facebook, para quem quiser assegurar isto para si também.  Servirá para quem quiser e precisar, receber a minha ajuda e a do grupo! E servirá para que cada participante, ajude os mais atrapalhados: grupo de entre ajuda na batalha do ó-ó, comigo a liderar. Objetivo: dormirmos melhor para alcançarmos mais bem estar e energia!!  E com esta energia, sermos e fazermos tudo aquilo que faz sentido para nós e nos faz sentir mais "vivos", mais livres, mais satisfeitos e completos.

Haverá um compromisso diário. Durante 30 dias, todos os dias, uma acção para ser cumprida.

Missão: sono saudável para alcançar mais bem estar e energia - física, mental, emocional, espiritual, psicológica, enfim em todos os níveis!!!

Quem quiser juntar-se a mim, manifeste-se (mesmo se se sentir cansada e/ou com sono... Contrarie-se, pois isto vai ajudá-la/o)!

1. Peça-me amizade no facebook (se ainda não pediu), que é para eu poder adicioná-lo ao grupo;
2. Envie-me um email para me dizer "quero participar no grupo do sono saudável!": coaching@madalenamunoz.com

Este primeiro grupo é um teste. Por isso será gratuito. Futuramente, contudo, haverá um investimento para quem quiser continuar.  Portanto, junte-se a mim para este teste, e depois, se estes 30 dias trouxerem valor para si, pode continuar, por um investimento para mais 60 dias. É um desafio de 90 dias.

Data de início: semana de 19 Abril 2015 (começa num domingo**)
Termina: semana de 12 Julho 2015.
**Sim, dormir bem na noite de domingo é chave para uma semana em cheio!


Muitos beijinhos ❤️❤️

Até já e Parabéns por cuidar de si!

Madalena Muñoz

Tuesday

"PEDÓMETRO PARA PESSOAS SENTADAS" & 100 SESSÕES

"PEDÓMETRO PARA PESSOAS SENTADAS" & 100 SESSÕES

Olá queridos todos!
Sabem o que é um pedómetro - aquele gadget que conta passos nas caminhadas? A meta saudável para pessoas Activas é somar 10.000 passos por dia. Moderadamente activas = 7.500. Pouco Activas = 5.000. Sedentárias < 5 mil. OK.
E o que é que isto tem a ver com pessoas sentadas - ou seja, quase todos nós a toda a hora???
Hoje lembrei-me de perguntar sobre os muitos "pedómetros das pessoas sentadas” smile emoticon. Quantos clientes, contactos, consultas, pacientes, alunos, telefonemas, emails, almoços com amigos, artigos no facebook, workshops, etc. (cada um terá a vossa medida) é que equivale a serem pessoas Activas? Onde se encontram e onde gostariam de se encontrar - mais acima, mais abaixo – no vosso pedómetro?
Hoje em dia considero-me ACTIVA quando dou 3 sessões de coaching (2 horas cada em média) todos os dias. Moderada = 2. Pouco = 1. Sedentária = 0. [Muito activa = 4 ou mais sessões, e nunca desejei isso para mim, porque sacrifica o meu grau de concentração na pessoa e já não dou o meu very top best.]
Contudo, recentemente apercebi-me que tenho feito tudo, consciente e/ou inconscientemente, para estar mais abaixo, no Moderado (maioritariamente) e no Pouco: Tenho sido muito exigente com quem escolho trabalhar. Tenho optado por dar sessões muito mais longas. Tenho optado por não responder a certos emails com pedidos de ajuda (lá está, a minha exigência a vir ao de cima). Enfim, ´n´ escolhas que me levam a estar menos Activa. E apesar de estar a correr muito bem, em termos de resultados para os clientes (e alguns voltam para mais meses de trabalho em conjunto), quero sair da minha zoninha confortável onde tudo é fácil.

Pensei, então, em lançar-vos um convite win-win (onde todos ganhamos algo):
Venho convidar a todos os interessados no vosso desenvolvimento pessoal/profissional para uma conversa-sessão de coaching - meus convidados/gratuito para vocês -, onde vos ajudo nas vossas coisas, e onde me ajudam nesta minha. Ou seja, eu “activo-vos” e vocês ajudam a “activar-me”.
Os primeiros cem interessados (quero somar “só” 100 ao longo de 100 dias, a começar já), enviem-me por favor uma mensagem por email - coaching@madalenamunoz.com.
Assunto: “Quero uma das 100 sessões de coaching!”. Todos bem vindos!

E voltando aos vossos “pedómetros de pessoas sentadas”… Se gostariam de estar mais acima no vosso pedómetro, de que forma podem aumentar de nível para pessoas mais Activas? E inversamente, se estão com demasiada actividade e gostariam de estar mais abaixo no vosso pedómetro, de que forma podem reduzir de nível para pessoas mais Moderadas? Claro, tudo depende do que querem neste momento das vossas vidas. E está tudo certo! smile emoticon

Abraços e até já aos primeiros 100!
Madalena Muñoz
+351 938287398 (Vodafone)
email: coaching@madalenamunoz.com
já agora: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/14715035

SÃO PEQUENAS-GRANDES DECISÕES QUE PODEM FAZER TODA A DIFERENÇA

SÃO PEQUENAS-GRANDES DECISÕES QUE PODEM FAZER TODA A DIFERENÇA

Fui almoçar fora com uma ex-cliente minha que já há dias me vinha dizendo que tinha um presente para me oferecer. Mas não, em vez disso, encheu-me de presentes. Houve uma natural amizade e uma espontânea conversa, em que acabei convidando-a a vir conversar comigo “mais à séria”, sobre as coisas dela, numa regular sessão de coaching. E assim, ficou combinado que agendávamos por email, beijinhos beijinhos, abraços abraços…. Adeus!
Eis a nossa troca de emails:

Teresa, Ex-Cliente: “(…)Quanto à sua proposta, que achei maravilhosa, deixa-me bastante desconfortável, porque tenho imensa dificuldade em receber…
Como resolver? ou aceito e fico com este sentido de dívida (é mais forte que eu) ou arranjamos uma maneira de eu poder pagar de alguma forma. Pode-me ajudar com este tema? Como ultrapassar esta situação?
Beijinhos
Teresa”

Eu: “(…) Quanto a dizer que a proposta a deixa bastante desconfortável porque tem imensa dificuldade em receber:
O nosso encontro de hoje - que foi tão amoroso e positivo para ambas - teria acontecido, se eu contasse a mim mesma, a mesma história que a Teresa conta a si?
Quer um tpc? J  "Lista de Grandes Oportunidades Desperdiçadas"  LGOD
Acho que já me deu muito hoje.
Um beijinho e até ao seu agendamento - se quiser! ;)”



Teresa, Ex-Cliente: “Bom dia minha querida,
Um dia lindo, o coração cheio para respirar o ar que Deus me deu!!!

Pois muito bem vou ser arrojada nem que seja só por este minuto J
As minhas disponibilidades são a partir das 17:00h todos os dias excepto a 4F.

Beijinho grande e muito e muito obrigada”


Final Feliz!

Também ficou claro que VALE A PENA RELEMBRAR que nós não PEDIMOS por aquilo que queremos.

Perguntei à Teresa: “Vou provocá-la um bocadinho: Porque é que não me pediu [por x]?
Teresa: Pensativa respondeu “Nem me passou pela cabeça…”
Eu: “E a quantas mais pessoas é que não lhe passam pela cabeça, e a quem pode pedir [por x]”?


E agora o meu pseudo-pedido:

Venho convidar a todos os interessados no vosso desenvolvimento pessoal/profissional para uma conversa-sessão de coaching - meus convidados/gratuito para. Os primeiros cem interessados (quero somar “só” 100 ao longo de 100 dias, a começar já), enviem-me por favor uma mensagem por email - coaching@madalenamunoz.com.
Assunto: “Quero uma das 100 sessões de coaching!”. Todos bem vindos!

Mais informação: http://parceiraderesultados.blogspot.pt/2015/02/pedometro-para-pessoas-sentadas-100.html


:)
Madalena Muñoz

Friday

I am Me, by Virginia Satir

In all the world there is not one exactly like me. Everything that comes out of me is authentically mine because I choose it...I own everything about me, my body, my feelings, my mouth, my voice, all my actions whether they be to others or to myself...I own my fantasies, my dreams, my hopes, my fears...I own all of my triumphs and successes, all of my failures and mistakes...because I own all of me. I become intimately acquainted with me...by so doing, I can love me and be friendly with me in all my parts...I know there are aspects about myself that puzzle me and other aspects I do not know...but as long as I am friendly and loving to myself, I can courageously and hopefully look for solutions to the puzzles and for ways to find out more about me...however I look and sound whatever I say and do, and whatever I think and feel at a given moment in time is authentically me...if later some parts of how I looked, sounded, thought and felt turned out to be unfitting, I can discard that which is unfitting and keep the rest and invest something new for that which is I discard...I can see, hear, feel, think, say and do. I have the tools to survive, to be close to others, to be productive, and to make sense and order out of the world of people and things outside of me...I own me and therefore I can engineer me...I am me and I AM OKAY.

Virginia Satir 

Thursday

"Eu sou eu"

Eu sou eu
Em todo o mundo,
Não há ninguém igual a mim.
Há pessoas,
Que têm alguns talentos iguais aos meus,
Mas a natureza de ninguém se compara a minha.
Por essa razão, tudo
Que sai de mim é meu de verdade
Porque eu sozinha fiz a escolha.
Sou dona de tudo o que diz respeito a mim.
Meu corpo, inclusive
Tudo o que ele faz;
Minha mente e inclusive todos os seus pensamentos e idéias;
Meus olhos, inclusive as imagens de tudo o que contemplam;
Meus sentimentos, seja quais forem
Raiva, alegria, frustração, amor, desengano, excitação;
Minha boca e todas as palavras que dela provêm;
Gentis, doces ou ásperas,
Próprias ou impróprias;
Minha voz, ruidosa ou suave;
E todas as minhas atitudes,
Com os outros ou comigo mesma.
Sou dona de minhas fantasias, meus sonhos, minhas esperanças,
Meus temores.
Sou dona de todos os meus triunfos e sucessos, de todos
Os meus fracassos e erros.


Porque sou dona de mim, sei o que se passa em meu íntimo.
Então, gosto de mim e sou afetuosa comigo em tudo que me diz respeito.
Desse modo, possibilito a mim trabalhar como um todo para o meu bem.
Sei que há em mim alguns aspectos que não conheço.
Mas enquanto eu for terna e
Afetuosa comigo mesma,
Poderei com coragem e esperança,
Procurar soluções para os enigmas e meios de descobrir mais sobre mim.


Seja como for que eu pareça e me comporte,
O que quer que diga e faça, pense e sinta em dado momento, tudo isso sou eu.
É autêntico e representa onde estou neste exato momento.
Quando mais tarde recordo como pareci e me comportei, o que disse e fiz e pensei e senti,
Talvez algumas partes revelem-se inadequadas...
Jogo fora o que não me serve, guardo o que foi aprovado e invento algo novo para substituir o que descartei.
Vejo, ouço, sinto, penso, falo e faço.
Tenho as ferramentas para sobreviver, para ficar perto dos outros, para ser criativa e compreender o mundo das pessoas e as coisas fora de mim. Sou dona de mim!!!

(Virgínia Satir)

Como traçar objectivos :) algumas dicas...

Se você não tem idéias de estratégias, é quando mais pode beneficiar de ter uma conversa de coaching. Se não se sentir confortável com uma certa pessoa como sua coach, é quando mais pode beneficiar em procurar outra. Se quer alcançar os seus fantásticos e inspiradores objetivos, tal como "ganhar um torneio de golf", primeiro beneficia de descrevê-los como uma meta que (entre outros critérios) depende de si (ao contrário de "ganhar um campeonato de golfe", que não depende de si, já que existem outros jogadores e você não pode controlá-los), assim: 1) depende de nós 2) é mensurável 3) é balizado no tempo/tem uma data 4) é simples 5) é específico 6) é ambicioso 7) é "positivo". E muito (muito!) importante: apesar de não fazermos a mínima ideia como o vamos fazer, para já é altamente inspirador!
Por exemplo: "Eu sou um filantropo de primeira categoria no Banco Alimentar, oferecendo dois dias por semana do meu tempo e 1.000 euros por mês durante os 3º e 4º trimestres de 2015".
(Um exemplo de uma “fraca e vaga” meta mas tão comum: "Eu quero ser um voluntário, e ajudar com as leis anti-aborto e espero fazer um impacto no mundo...”)

Abraços inspiradores,
Madalena Muñoz – life coach

*CONVITE:
Venho convidar a todos os interessados no vosso desenvolvimento pessoal/profissional para uma conversa-sessão de coaching - meus convidados/gratuito para vocês -, onde vos ajudo nas vossas coisas, e onde me ajudam nesta minha. Ou seja, eu “activo-vos” e vocês ajudam a “activar-me”.
Os primeiros cem interessados (quero somar “só” 100 ao longo de 100 dias, a começar já!), enviem-me por favor uma mensagem por email - coaching@madalenamunoz.com.
Assunto: “Quero uma das 100 sessões de coaching!”. Todos bem vindos!* heart emoticon

I hope these tips can serve you

If you lack strategy ideas, that´s when you benefit from having a coaching call. If you don´t feel comfortable with a certain person as your coach, that´s when you benefit from finding another one. If you want to reach your bad-ass goals, like "winning a golf tournament", you first benefit from describing a goal that (among other criteria) depends on you (unlike winning a golf championship, which does not depend on you since there are other players and you cannot control them).

A goal, a vision, an objective that is truly inspiring is one that: 1) depends on us 2) is measurable 3) is time-bound 4) is simple 5) specific 6) ambitious 7) is "positive". And VERY important: the goal is uber inspiring even if we don´t have the faintest idea of how we are going to make it happen!
For example: "I am a top notch philantropist at the Big Brothers & Sisters program by offering three days a month of my time and 1,500 dollars a month during the 3rd and 4th quarter of 2015" An example of a "vague" (hence "much weaker") and yet so common goal is: "I want to be a volunteer as a ´big brother´, and help with abortion laws and hope to make an impact in the world."
OK, I hope these tips can serve you. Go get them!
Madalena – life coach

OUR CHALLENGE:
I invite all who are interested in your personal/professional development, for a conversation-coaching session - as my guests/free for you. I "active you" and you help "activate me in my 100 days challenge". I want "only" 100 persons in 100 days (starting already), so if you are interested, please send me a message by email: coaching@madalenamunoz.com. Subject: "I want one of the 100 coaching sessions!" All welcome! heart emoticon

Sunday

*Quando vemos um cliché duma forma diferente, a nossa vida muda.*

Durante muito tempo, eu pensava que fazendo isto, aquilo e aqueloutro, de modo x, y e z, iria alcançar sucesso - especialmente no campo académico-profissional. 

E só *depois* ficaria feliz, AFINAL DE CONTAS, NÃO É ATRÁS DISSO QUE ANDAMOS TODOS - um happy ending? "Casaram, e foram felizes para sempre..." 

E por muito que alcançasse e muito me aperfeiçoasse, voltava tudo ao mesmo. 

Um certo vazio, apesar de cada vez mais cheia. 
Uma sensação de "ok e agora?" 
Acompanhava-me uma constante moinha no estômago sobre a INCERTEZA do futuro, uma chata duma ansiedade... apesar de EU SABER (porque muito já estudara) que a felicidade é o CAMINHO e não o destino. Já provara a mim mesma que conseguia fazer aquilo a que me propunha: boas notas, bolsas e prémios, portas abertas, convites, excelentes ofertas de trabalho, nos EUA, no Brasil, e em Portugal. ENFIM: muitos dos sinais de sucesso, eu TINHA! 

Qrrrm... mas... hmm... "Cadê a tão almejada felicidade???" 

Era PERSEGUIDA, cíclica e previsivelmente por esta pergunta. 
Como é que EU, tão responsável, cumpridora, e empenhada, com um percurso e resultados tão positivos, e uma família que se orgulhava de mim, continuava a ter tantos momentos de *INTENSO SOFRIMENTO* & *CONFUSÃO*?
NÃO BASTAVA JÁ, TUDO AQUILO QUE TINHA CONQUISTADO?

Mas antes de ter qualquer resposta, quando dava por mim, já tinha recomeçado novo ciclo.  E a *tristeza e a confusão* só aumentavam... 

Até que um dia, há uns anos, peguei no livro "O Poder do Agora", de E. Tolle, e apesar de só ter lido umas 30 páginas, fez um PROFUNDÍSSIMO impacto no meu SER. Lembro-me de estar a guiar na marginal um dia, e não caber em mim, tal o excesso de energia e alegria!!!!!!! Isso aconteceu mais vezes depois, e curiosamente a guiar. Nada nunca me fez sentir assim tão VIVA quanto esses momentos de "poder no agora". 

SÓ O TITULO - o poder do AGORA - mexe profundamente comigo! 

Quando a vida - o seu vibrar, os seus sons, a sua paisagem, o seu cheiro, etc., se RESUME AO MOMENTO do AGORA, para mim, algo fundamental à minha experiência da vida, MUDOU. 
MUDOU, porque consegui entender - de a alma e coração - que a vida é feita da experiência de "um momento" - e só nesse momento. 
O que passou há 5 minutos, já não é mais. O que vai vir, daqui a 10 minutos, pode acontecer assim ou assado. Se conseguirmos compreender isto com alma e coração, e não a partir da mente, tudo muda. 

TUDO SE PASSA NO AGORA (e DE DENTRO PARA FORA). Parece coisa pouca MAS É A MAIOR COISA. Nada é maior do que isto!!!!! 

A imaginação para criar uma nova linha de roupa, é agora. A leveza de perdoarmos alguém, só pode ser sentida agora. A gargalhada que damos, é só agora. O murro na mesa, é agora que damos. O amor que sentimos, é agora. Aquela oportunidade de pedir desculpa ou um aumento é só agora, e mesmo que tudo isto seja adiado, será para outro momento no agora (se o houver). Pois de facto, não podemos fazer tudo ao mesmo tempo. Mas o único tempo onde estamos a viver, a fazer escolhas, a aproveitar, a crescer, a contribuir, esse é sempre no presente, DAÍ O PODER!! 
  
E sendo assim.... Vá... Todos juntos:
-- "A FELICIDADE É AGORA!!!"

Recapitulando: se a VIDA é só AGORA... A FELICIDADE SÓ pode ser AGORA. 

Isto até parece banha da cobra, de tão simples!!!!!! 
Mas, também não estou a vender nada. :) basta ver uma criancinha totalmente mergulhada na sua actividade - mas ao que parece, infelizmente perdemos esta natural aptidão!


E sendo assim, AGORA EU SEI que tinha a receita do avesso: 
AFINAL:

***é a felicidade que gera o verdadeiro sucesso (e se tirarmos a bunda da cadeira)!***

***a felicidade é o ponto de partida!*** (o caminho é muito mais relaxado assim, mesmo quando damos quedas monumentais)

***a felicidade já É e não depende de "se" e "quando" (já vimos ao mundo equipados com o que é preciso de recursos interiores - pois além do mais, relembro que a felicidade vem de dentro)***


QUAL O ASPECTO DA FELICIDADE NO AGORA?
Alguém disse que o tempo presente demora "3 minutos"... Um sprinter de 100 metros olímpico poderia argumentar que o momento presente sao uns meros segundos. Whatever.

Tirar 3 minutos todos os dias e praticar a gratidão:

Estejamos 3 minutos sem respirar - e agradeçamos os pulmões saudáveis 

Fiquemos 33 minutos sentados no chão duro e frio - e agradeçamos as almofadinhas fofas do nosso rabo :)

Tentemos 3 minutos sem pestanejar (who does this crazy sh!t?Lol) - e agradeçamos as nossas pálpebras. 

Meditemos 33 minutos por dia - e agradeçamos a capacidade de gerarmos a paz. 

Apertemos por 3 minutos o períneo todos os dias (zona entre o anus e os genitais) - e agradeçamos gerar calor interno.


A felicidade está, de facto, aqui e agora e já com todos nós. 

Por isso, *e aqui está a grande mudança para mim*, tudo o que eu agora escolho fazer, é A PARTIR desta "coisa feliz em que eu vivo a maioria do meu tempo", e não para alcançá-la!!! Já não tenho essa necessidade. 

Claro que há ainda muitos momentos de "recaída", onde me distraio desta maneira de pensar-estar, mas as boas noticias são que, COM A PRÁCTICA, cada vez mais depressa me apanho! Recomendo :)

SOU FELIZ e a partir daqui continuarei a Crescer e a Contribuir. Mas já não em busca do pote de ouro na ponta do Arco Íris, porque o ouro está dentro de nós!!! <3 

E se tudo isto soa a clichés, é porque é verdade (digo eu!). É verdade para si?


Madalena Muñoz 

Life Coach

Friday

HOMENS: OIÇAM BEM: SE GOSTAM DE (BOM) SEXO, ESTE POST É PARA VOCÊS!

Nos EUA, 9 em cada 10 mulheres vive insatisfeita com o seu corpo. 
No Reino Unido, só 3% das mulheres estão totalmente satisfeitas com o seu corpo. Uma TRAGÉDIA para HOMENS e mulheres!
Pois o facto de cada vez mais cedo meninas e raparigas se acharem gordas e fazerem dieta (mesmo com pesos normais) só prejudica o relacionamento com os namorados, os maridos, os irmãos, os colegas, pais, enfim toda a gente! Mas, na minha experiência de muitos anos a ouvir mulheres no consultório, e agora no life coaching, prejudica sobretudo o relacionamento homem-mulher no sentido SEXUAL.

PORQUE essa insatisfação se reflecte na sua meninisse, e depois rapariguice, e mais tarde na sua condição de mulher (womanhood é o termo que procuro…), vai-se reflectir na sua sensualidade e sexualidade – e aqui é que vocês, HOMENS heterossexuais, sentem na pele (literalmente!).

Pois a mulher que vive infeliz com as suas formas, não gosta de se mostrar nua ao seu companheiro, não gosta que ele veja certas partes mais expostas, não gosta se calhar que ele a veja em pé mas se calhar só deitada, não gosta que esteja luz para evitar que se vejam as redondezas ou as magrezas, não gosta de assumir certas posições mais reveladores da sua gordura corporal, ou das mamas grandes demais ou pequenas demais...

À mesa, num primeiro jantar juntos, por exemplo, se come muito é porque é lambona, se come pouco é porque está a fazer dieta, e ora, se está a fazer dieta é porque se acha gorda e INSUFICIENTEMENTE ADEQUADA para ele, e depois se ele (mais tarde) não diz nada sobre o corpo dela é porque ele também acha que ela é gorda, e se diz algo, será escrupulosamente julgado caso ele não seja 201% certeiro e por isso é melhor estar calado... E quando chega à parte das sobremesas, a tensão volta a subir, pois a culpa ataca desenfreada e se não for a culpa porque se consegue conter, ficam marcas do stress da contenção… Na cabeça da mulher, quanto mais depressa este jantar acabar, MELHOR!

Voltando ao "quarto", se ela durante um jantar a dois esteve tensa e ansiosa por causa das calorias, o jantar já não correu tão relaxado quanto seria desejável para se estabelecer uma boa relação, e por isso ele (VOCÊ, HOMEM) também por esta altura estará mais ansioso do que gostaria (A ANSIEDADE PEGA-SE COMO WILDFIRE!). NADA TEM PIADA JÁ!!

E como podem ver, a psicologia da mulher é só para quem quer saber…
Então é assim: a MULHER contém-se, ou tenta conter-se, e cuida do corpo no ginásio, muitas vezes como uma doida (sei do que falo no que toca a dietas), PORQUE QUER AMOR. Quer (NA GENERALIDADE) encontrar um HOMEM com quem casar, que tome conta dela, lhe dê filhos e segurança. (NADA DEMAIS…)
E a MULHER – levada pela cultura da MODA, onde os esqueletos conseguem andar, MODA ESSA que é veiculada maioritariamente pelas REVISTAS, revistas essas que são dirigidas maioritariamente por MULHERES e homens homossexuais (maioritariamente, repito), de facto recebem a mensagem ERRADA sobre O QUE É QUE OS HOMENS GOSTAM em termos de O CORPO DUMA GAJA!! SIM, a mulherada anda enganada!


Perguntem à vasta maioria dos homens SE:
1) Se gostariam de ir para a cama com uma mulher super magrinha ou um cabide de passerelle! Aposto que não. CONTUDO, é ESSE patamar de magreza que as mulheres, raparigas e meninas - que fazem dietas rigorosas e imenso ginásio, almejam! (ou mesmo que não façam dietas nem ginásio, desejariam imenso ser super magrinhas!)
2) Se sentem bem na companhia de raparigas e mulheres pouco relaxadas e pouco confiantes na sua pele – perguntem se eles acham isso atraente ou sexy! Aposto que não! CONTUDO, é esse o estado de espírito da maioria das mulheres! Quer à mesa, quer no quarto!
3) Se acham atraente ou sexy uma mulher ou rapariga que (sendo gorda ou magra, alta ou baixa, loira ou morena) se tapa, se disfarça, se esconde, e se auto critica e se julga o tempo todo – e perguntem se eles gostam deste tópico de conversa! Aposto que não! CONTUDO, é esse o comportamento diário de muitas mulheres!

ENTÃO ASSIM, como é? Se é este o noise constante, se há esta cassete na cabeça da maioria das mulheres, como é que elas se podem relacionar de forma relaxada, autêntica, divertida, amorosa com os homens, para depois casar, ter filhos e sentirem-se mais felizes?
ASSIM É UMA INFELICIDADE PEGADA. Um casamento sem sexo de elevada qualidade devido a inseguranças corporais? Um namoro sem intimidade devido a vergonhas e mais vergonhinhas? Que relacionamento é esse?


UMA SOLUÇÃO: HOMENS: LEIAM BEM: repitam várias vezes por semana de forma GENUÍNA que adoram certas partes do corpo das vossas namoradas e mulheres e amigas (hehe, cuidado). NÓS PRECISAMOS DISSO para contrabalançar a cultura invisível da magreza excessiva. Não estou a apoiar a gordura excessiva, nem a apoiar nada em concreto em termos de peso ou IMC ou nada. Estou a dizer que a VALIDAÇÃO GENUÍNA do CORPO DA MULHER pelo seu HOMEM é CHAVE para ela se relaxar, se entregar, e sentir-se melhor na sua pele. E no final do dia, ambos (no casal), beneficiam.
APOIEM as vossas mulheres à refeição também, relembrando que ADORAM vê-las felizes a comer um pouco de sobremesa de vez em quando (caso elas de coibam sempre), que elas merecem comer mais do que duas garfadas, pois precisam de ter energia para you know what (brinquem!), digam que adoram as curvas delas e que só com bons nutrientes é que as conseguem manter! Sejam verdadeiros ao mostrar que querem que elas CUIDEM dos seus corpos mas que não é nada atraente quando elas se castigam e passam fome. Digam que as AMAM no matter what (se isso for verdade!)

PORTANTO, HOMENS:
ELOGIAR & APRECIAR & APOIAR o corpo e a alimentação da sua mulher = CHANGING THE F*#%ing WORLD!!!!! smile emoticon
Um grande abraço heart emoticon heart emoticon
Madalena Muñoz - Life Coach
email: coaching@madalenamunoz.com